2ª chamada pública: médico, enfermeiro e gestor, da APS, e gestor da VS

Estão abertas as inscrições para a 2ª Chamada Pública de Seleção de Alunos(as) para o Curso de Aperfeiçoamento em Atenção Integral em Saúde – Doenças Negligenciadas. A formação se destina a médicos, enfermeiros e gestores, da Atenção Primária em Saúde, e a gestores da Vigilância em Saúde. Desta vez, serão ofertadas 18 mil vagas em todo o território nacional. A iniciativa da formação é do Ministério da Saúde com a coordenação do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, da Fiocruz.

 

Detalhes sobre o processo de inscrição, normas e documentação necessária deverão ser consultados na chamada pública.

 

 

Com carga de 180 horas em formato EaD, o curso se organiza a partir de dois módulos. O primeiro, Módulo Integrador, com carga de 60 horas e tutoria, visa refletir sobre integração entre Atenção Primária em Saúde e Vigilância em Saúde, e criar condições de aprendizagem para que o profissional em formação seja capaz de estabelecer o planejamento de ações com tomada de decisões conjuntas e adequadas para cada situação-problema.

 

Já o segundo, chamado Módulos Temáticos, oferece dez opções para os alunos sobre as seguintes doenças negligenciadas: Raiva, Tracoma, Doença de Chagas, Leishmaniose Visceral, Leishmaniose Tegumentar, Esquistossomose, Hanseníase, Doenças Diarreicas Agudas, Tuberculose e Hepatites Virais. Cada aluno deverá cumprir, no mínimo, 3 (três) módulos temáticos, com carga de 40h cada, para concluir a formação.

 

O Curso de Aperfeiçoamento em Atenção Integral à Saúde – Doenças Negligenciadas tem o objetivo de promover a discussão da integração entre Atenção Primária e Vigilância em Saúde, no âmbito das doenças negligenciadas. Até 2021, serão ofertadas 18 mil vagas, em todo o território nacional, para médicos, enfermeiros e gestores do Sistema Único de Saúde.  

 

Mais detalhes: https://integradn.fiocruz.br/